Um fator de risco é algo que afeta sua chance de desenvolver ‎câncer. Por exemplo, a exposição da pele à luz solar forte é um fator de risco para o câncer de pele. O ‎tabagismo é um fator de risco para câncer de pulmão, boca, laringe (cordas vocais), a bexiga, rim, e vários outros órgãos.

FATORES DE RISCO NÃO RELACIONADOS COM A ESCOLHA PESSOAL

Gênero – ser mulher é o principal fator de risco para desenvolver câncer de mama. Homens também podem desenvolver, mas a doença é cerca de 100 vezes mais comum entre as mulheres.

• ‎Envelhecimento – seu risco de desenvolver câncer de mama aumenta à medida que envelhece. Cerca de 1 em cada 8 cânceres de mama invasivos são encontrados em mulheres com menos de 45 anos, enquanto cerca de 2 de 3 cânceres de mama invasivos são encontrados em mulheres com 55 anos ou mais velhos.

• Fatores genéticos Cerca de 5% a 10% dos casos de câncer de mama são de características hereditárias, o que significa que eles resultam diretamente de defeitos de genes (chamados ‎mutações) herdados de um dos pais. Uma mutação nos ‎genes ‎BRCA1 e ‎BRCA2 é a causa mais comum de câncer de mama hereditário. Se você herdou uma cópia mutante do gene ou de um pai, você tem um alto risco de desenvolver câncer de mama durante sua vida.

O teste genético: ajuda na busca de mutações nos genes BRCA1 e BRCA2 (ou alguns outros genes ligados ao risco de cancer).

• História familiar: O risco de câncer de mama é maior entre as mulheres cujos parentes próximos de sangue tiveram a doença. Parentes de primeiro grau (mãe, irmã ou filha) com câncer de mama dobra o risco.

Etnia: As mulheres brancas são ligeiramente mais propensas a desenvolver câncer de mama do que as mulheres afro-descendentes.

• Tecido mamário denso: A mama densa tem mais tecido glandular e ‎fibroso e menos tecido adiposo. Mulheres com mama densa na mamografia tem um risco de câncer de 1 a 2 vezes mais que a de mulheres com média densidade de mama. O tecido denso prejudica uma mamografia precisa. Idade, menopausa e medicamentos influenciam na densidade da mama.

Com informações da American Cancer Society.

O post Fatores de risco do câncer de mama – Série sobre os tipos de câncer apareceu primeiro em Combate ao Câncer – Informação é o melhor remédio para a prevenção.

Anatomia Normal da Mama – Série sobre os tipos de câncerr

Posted: 18 Aug 2015 06:26 PM PDT

Para entender o câncer de mama, a imagem ajuda a ter alguns conhecimentos básicos sobre a estrutura normal dos seios.

A mama é composta de glândulas chamadas lóbulos que podem produzir leite e tubos finos chamados ductos que transportam o leite dos lóbulos ao mamilo. O tecido da mama também contém tecido adiposo e conjuntivo, nódulos linfáticos e vasos sanguíneos.

Para entender o câncer de mama, a imagem ajuda a ter alguns conhecimentos básicos sobre a estrutura normal dos seios.

O tipo mais comum de câncer de mama é o carcinoma ductal, que começa nas células dos ductos. O câncer da mama pode também começar nas células dos lóbulos e em outros tecidos do peito. Câncer de mama invasivo é o câncer que se espalhou a partir de onde começou nos ductos ou lóbulos para o tecido circundante.

Nos Estados Unidos, o câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum em mulheres depois do câncer de pele. Pode ocorrer em ambos: homens e mulheres, mas é muito raro em homens. Cada ano existem cerca de 2.300 novos casos de câncer de mama em homens e cerca de 230.000 novos casos em mulheres.

No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estádios avançados. Na população mundial, a sobrevida média após cinco anos é de 61%.

Com informações da American Cancer Society, INCA e National Cancer Institute.

O post Anatomia Normal da Mama – Série sobre os tipos de câncerr apareceu primeiro em Combate ao Câncer – Informação é o melhor remédio para a prevenção.